O que é  - Santa Ceia ?

 

 

A Santa Ceia foi instituída por Jesus Cristo na noite anterior à Sua crucificação, e após a Sua entrada triunfal em Jerusalém.

 

Dependendo do grupo cristão, a Santa Ceia também é conhecida como Ceia do Senhor, Última Ceia, Comunhão, Eucaristia ou Refeição Noturna do Senhor.

 

Durante este jantar, Jesus predisse que um dos discípulos ali presentes o trairia, e também que antes que o galo cantasse no dia seguinte, o apóstolo Pedro iria negá-lo.

 

Essa noite era o dia da Páscoa judaica, e o fato foi registrado nos quatro evangelhos em Mateus 26:17-30, Marcos 14:12-26, Lucas 22:7-39 e João 13:1-17:26. Além disso, ela também é tratada em 1 Coríntios 11:23-26. O evento é comemorado no dia que convencionou-se chamar Quinta-Feira Santa.

 

"E, tomando o cálice, e havendo dado graças, disse: Tomai-o, e reparti-o entre vós; porque vos digo que já não beberei do fruto da vide, até que venha o reino de Deus. E, tomando o pão, e havendo dado graças, partiu-o, e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que por vós é dado; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente, tomou o cálice, depois da ceia, dizendo: Este cálice é o novo testamento no meu sangue, que é derramado por vós."

(Lucas 22:17-20)

 

A Santa Ceia for ordenada por Jesus para que acontecesse por toda a posteridade como uma lembrança de Seu sacrifício na cruz pelos nossos pecados. Por isso, até hoje a realizamos como um memorial, lembrando da morte de Jesus em nosso favor.

 

Além de ser um memorial, a Ceia do Senhor é um momento de comunhão da igreja e fortalecimento espiritual de cada membro do corpo de Cristo. Um momento único e especial.

 

Os católicos romanos acreditam que os elementos da Ceia (pão e vinho) se transformam de fato no próprio corpo e sangue de Cristo no momento em que são consagrados pelo sacerdote. Esta doutrina é chamada de transubstanciação.

 

Já os cristãos reformados rejeitam esse pensamento, e defendem que os elementos permanecem da mesma substância que são: pão e vinho. O fiel recebe-os fisicamente, mas espiritualmente, por meio da fé, recebe também os benefícios da comunhão com Jesus Cristo.

 

A Santa Ceia não deve ser tomada de qualquer forma. A Bíblia nos orienta a examinarmos o nosso coração antes de participar. E é nesse exame que nos colocamos diante de Deus, reconhecendo o valor de Cristo e Sua obra, bem como avaliamos a nossa vida, confessando nossos pecados e nos arrependendo. Assim ficamos aptos a participar.

 

"Examine-se, pois, o homem a si mesmo, e assim coma deste pão e beba deste cálice. Porque o que come e bebe indignamente, come e bebe para sua própria condenação, não discernindo o corpo do Senhor."

(1 Coríntios 11:28-29)